Páginas

domingo, 20 de junho de 2010

Adeus Saramago

Ainda não tinha falado da morte de José Saramago.
Sendo hoje o definitivo adeus do nosso único Prémio Nobel da Literatura, vou partilhar convosco um vídeo de um conto infantil escrito e narrado por ele que eu adoro. Ao que parece  foi o único, pois ele dizia ser incapaz de escrever histórias para crianças.



"A flor mais grande do mundo"!
A mim parece-me ter um bocadinho de "O Principezinho", mas acho que que no final ele faz-nos uma pergunta tão importante como pertinente para os dias de hoje, que consigo esquecer tudo, e achar que ele era realmente genial.

“E se as histórias para crianças fossem de leitura obrigatória para os adultos?
Seríamos realmente capazes de aprender aquilo que há tanto tempo ensinamos?”

No fim da história desafiava-nos a contar aquela mesma história com as nossas próprias palavras. Fabuloso!


Que descanse em paz!

1 comentário:

Lacorrilha disse...

Eu adorei o conto, está mesmo muito bonito.
Beijocas