Páginas

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

das pessoas

não tenho paciência para gente cinzenta, que anda sempre mal com a vida e com os outros, que se queixam por tudo e por nada, que se satisfazem com pouco, que lidam mal com o sucesso dos outros, que fazem de tudo para nos mandar abaixo, que não dão o braço a torcer e  passam a vida a fazer jogos emocionais para ganharem a compaixão dos outros, que nos sacam as boas energias. definitivamente não são o tipo de pessoas que quero ter na minha vida.
gosto de pessoas felizes, apaixonadas pela vida, que riem alto, gostam delas próprias, ficam felizes com a felicidade dos outros, não têm medo de falhar, assumem os erros, criam sonhos, brilham em dias escuros, simplificam os problemas, abraçam sem motivo, vão à luta e não desistem, trazem brilho no olhar, entusiasmam-se pelas coisas bonitas, partilham os medos. estas pessoas boas, queridas, são aquelas que quero ter para sempre na minha vida.

e se há coisa que a idade me trouxe (e há tanta coisa boa que a idade nos traz) é a certeza de saber exactamente o que não quero ser, o que não quero fazer e quem não quero ter na minha vida. gosto de me rodear de pessoas que me fazem e querem bem. gosto de saber usar da ponderação e da intuição para me afastar de todas as outras.


 

3 comentários:

medusa disse...

e tantas que são as pessoas assim!!!!

Taras e Manias disse...

como me revejo neste post....

Sónia
Taras e Manias

Yulie Kendra Gülzow disse...

nice post & blog :)

Maybe we follow each other !?
Let me know if you follow me & i´ll follow back :)

Greetings <3

www.YulieKendra.com