Páginas

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Ai, que eu não estou a ver bem...

Esta foi a pior maldade e a mais grave que a Vicky me proporcionou. Fiquei tão irada que só me apetecia dar-lhe uma grande tareia (eu sei que não se bate nos animais). Eu inocente, com pena da menina, confiei nela, deixei-a ficar em casa, e ela faz-me uma coisa destas... Roí o canto da mesa da sala, que custou à minha mamy um ordenado de um mês. Ai aquela cabra! Eu não merecia. Quase que desmaiava. O P. bem tentou acalmar-me dizendo que aquilo não se via, que podiamos virar a mesa para um ponto estratégico de maneira a que quando as visitas entrassem aquilo não se visse, etc, etc... Mas eu estava fula e nem podia ver a cadela à minha frente. Ok, agora já passou, e já fizemos as pazes. Agora já  sabe, se voltar a fazer outra partida destas vou entregá-la à mãe. A mãe que a ature!!!! =)

2 comentários:

Lacorrilha disse...

A minha cadela até fazer um ano era uma terrorista. Os baquinhos da cozinha marcharam todos, assim como cantos das paredes e um bocado da mobília do quarto dos meus pais.
Agora está mais sossegada, mas quando lhe dá para a parvoeira é logo uma chinelada naquele rabo.
Vá, boa sorte. LOL
Beijocas

Olhos Dourados disse...

POis, os cães gostam de morder.